• Luis Valini

Razões para se adotar Rolling Forecasts




A estratégia não é mais um evento de longo prazo, mas um diálogo contínuo entre os resultados que estamos obtendo em nossas unidades de negócio e o que desejamos para o futuro.


As mudanças de estratégias são comunicadas imediatamente e seu efeito financeiro é quantificado e traduzido em Rolling Forecasts. As possíveis variações passam a ser objeto de planos de ações corretivos.



As discrepâncias são baseadas em informações atuais e não em tendências históricas.


Em um Rolling Forecast cada unidade de negócios estabelece uma meta mensal ou trimestral e relata o desempenho real contra essa meta. Uma vez que essas metas são baseadas em informações atuais, as grandes variações e desculpas tendem a ser eliminadas ou reduzidas.



Quando se trabalha com Planejamentos Orçamentários estáticos, temos que esperar até o próximo ano orçamentário antes de incluir o efeito das mudanças de estratégias nas novas metas anuais.


As mudanças de estratégias são comunicadas imediatamente e seu efeito financeiro é quantificado e traduzido em Rolling Forecasts. As possíveis variações passam a ser objeto de planos de ações corretivos.


Quando se trabalha com Planejamentos Orçamentários estáticos, temos que esperar até o próximo ano orçamentário antes de incluir o efeito das mudanças de estratégias nas novas metas anuais.



Rolling Forecasts evitam que os planejamentos orçamentários sejam irreais, inatingíveis e desvinculados dos planos de ações.


Quando gestores são avaliados e incentivados pelo seu desempenho, contra um orçamento que se tornou impossível de ser alcançado, devido a fatores externos à sua organização, e, que estejam fora de seu controle e possível ação corretiva, a maioria deles tenderá à desmotivação.


Ao adotamos a prática de se trabalhar com Rolling Forecasts, existe um impacto motivacional positivo porque as atenções da administração são direcionadas para o futuro e não para o passado, garantindo que o planejamento esteja focado em buscar os resultados independentemente ao que esteja acontecendo no exercício atual. A prática de replanejamento e planos de ações para correção de rotas passa a ser incorporada ao dia a dia das organizações e os resultados tendem a ser mais previsíveis.



Rolling Forecasts permitem uma melhor antecipação de mudanças, maior capacidade de respostas e flexibilidade.


Ao elaborarmos planejamentos estáticos, acaba existindo uma única oportunidade para a média e baixa gestão, definir e competir por suas verbas orçamentárias para um ano que ainda nem começou e, para os gestores seniores, decidirem onde os recursos deverão ser alocados.


Antigamente, as organizações eram gerenciadas pelo desenvolvimento e aprovação de planos com uma alta possibilidade de alcance dos resultados planejados. Os mercados eram mais previsíveis, apesar de que os fatores externos sempre existiram e interferiram na gestão das empresas. A diferença é que vivíamos em mundo analógico. O orçamento era esculpido em pedra e o papel dos gestores era apenas responder às ameaças e superá-las.


Em um mundo digital, no qual os impactos dos fatores externos são sentidos quase em tempo real nas organizações, em ritmo contínuo e cada vez mais frenético, ao se adotar Rolling Forecasts como modelo orçamentário, temos a possibilidade de situações pontuais serem analisadas, rotas de correção, planejadas e executadas e novas previsões decorrentes dos fatores externos sejam quantificadas e demonstradas.



O Rolling Forecast reduz o hiato que ocorre entre o planejamento anual de um determinado exercício com o do ano seguinte.


Para as empresas que já possuem a cultura orçamentária baseada em Rolling Forecasts, as previsões detalhadas para o exercício atual são combinadas com previsões de médio e longo prazo que foram desenvolvidas pelos seus próprios gestores. Logo, a empresa não deixará de enxergar os possíveis resultados de um próximo exercício, até que haja um novo planejamento detalhado para o próximo ano, que geralmente se inicia a partir do mês de setembro e finda em dezembro.



Melhora a capacidade da organização de prever e gerenciar as expectativas dos Stakeholders.


Demonstrar as expectativas de resultados futuros de uma empresa é altamente valorizado por banqueiros e investidores. O Rolling Forecast incorpora a compreensão da organização em relação ao seu futuro com os fatores externos, fornecendo informações relevantes para analistas financeiros. O preço das ações pode sofrer variações relevantes quando analistas e investidores entendem que há um descompasso significativo entre os resultados projetados e resultados reais de uma empresa. Em relação ao sistema financeiro, podemos ter uma retração de crédito para a empresa, quando seus resultados não estiverem bons suas projeções forem irreais.



Incentiva os gestores a pensar de forma mais estratégica e promove uma melhor compreensão dos drivers de valor da organização


Quando os gestores de uma empresa começam a compreender os fatores ou “drivers” relevantes que impulsionam o resultado de uma empresa, passam a focar no efeito financeiro deste drivers, como eles podem beneficiar a organização e não no detalhe dos gastos de cada linha orçamentária. O Rolling Forecast acaba auxiliando tradução da estratégia para a ação, possibilitando que a gestão da empresa seja previsível. O objetivo das previsões passa a ser o impulsionador da estratégia e não na extrapolação de um passado que não ocorrerá mais.



Rolling Forecast reduz as super ou subestimativas em previsões.


Quando os gestores de uma maneira geral são obrigados a trabalhar com resultados que estão além do seu alcance, devido a variáveis que estão fora de seu controle, há uma tendência de se proteger, subestimando receitas e superestimando custos, para negociar um resultado objetivo inferior. Utilizando o Rolling Forecast sempre trabalharemos com cenários mais ajustados e poderemos estabelecer ações pontuais para melhoria dos resultados de forma contínua. O exercício de análise estratégica passa a ser uma rotina na empresa.



O planejamento orçamentário estático costuma ser desatualizado, obsoleto, e de difícil e morosa elaboração.


No modelo de planejamento orçamentário tradicional, a sua elaboração é demorada, consumindo meses do trabalho de muitos gestores, tornando-se um processo lento, caro, que rapidamente se torna obsoleto. Nem sempre está vinculado à estratégia empresarial pois acaba sendo uma extrapolação do passado e não foca as necessidades futuras. Sua elaboração acaba sendo uma obrigação e não um exercício de planejamento empresarial e construção de um futuro previsível.



Implementação em sua empresa


Até alguns anos atrás, a adoção do Orçamento Incremental era a única abordagem viável, as mudanças no cenário competitivo das empresas e mercados eram mais previsíveis, e, não tínhamos recursos de informática que nos permitissem simular novas alternativas com facilidade e rapidez.


Atualmente com ritmo alucinante nos negócios e mercados, se sua empresa continua adotando este modelo, com certeza você não está aproveitando a vantagem competitiva proporcionada pela visão atualizada de possibilidades e capacidades expressas em números que o Rolling Forecast pode te proporcionar.



De uma forma geral trabalhar com Rolling Forecasts:

  • Dá aos tomadores de decisão uma visão da dinâmica dos drivers que afetam as receitas e despesas, fazendo que seu foco seja no resultado necessário e não no detalhe do número;

  • Permite que os tomadores de decisão "julguem melhor o impacto que qualquer decisão terá no resultado objetivo";

  • Melhora a precisão das previsões de receitas e despesas, pois o exercício de análise passa a ser prática de seu trabalho;

  • Melhora a velocidade e o desempenho operacionais;

  • Permite que as empresas otimizem continuamente o fluxo de investimentos necessário para os resultados desejados.


Para se ter sucesso atualmente, temos a necessidade que em nossos exercícios de previsões, realmente consideremos informações externas à nossa empresa, como mudança em nosso cenário competitivo, políticas públicas, políticas financeiras e econômicas, mercado consumidor e cenário global.


Recomendamos também que haja uma integração dos dados financeiros e não financeiros, e que avaliem continuamente os drivers de negócios e coloquem previsão no centro do processo de gestão.


Rolling Forecast Model




Luís Valini






Matriz - São Paulo  - SP

Rua George Ohm, 206 - Torre B - 10º andar - Conj. 101 B, Cidade Monções - São Paulo - CEP: 04576-020

comercial@valini.com.br | (11) 2450-7488

Whatsapp comercial (11) 93011-1501

Filial - Ribeirão Preto - SP

Filial: Rua José Bianchi, 555, conj. 2104 - Ribeirão Preto – SP comercial@valini.com.br  (16) 4141-3091

  • Pinterest - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2020 - Valini Consulting