• Luis Valini

Considerações ao se analisar o Ebitda de uma empresa!

Atualizado: Abr 13




O EBITDA (earns before interest, tax, depreciation and amortization), (Lucro antes dos juros, imposto de renda, contribuição social, depreciação e amortização), é basicamente uma medida de lucratividade antes da incidência dos juros e impostos. É obtido pela adição de depreciação e amortização ao resultado operacional (EBIT). É amplamente utilizado por consultores, administradores e bancos de investimentos, como uma medida do desempenho operacional de uma empresa, para análise de demonstrações contábeis, análise de crédito e Valuation.  Porém, existem algumas desvantagens para este indicador. Olhar o EBITDA isoladamente pode dar uma ideia menos precisa dos resultados reais de uma empresa.


No gráfico abaixo demonstramos que de 2008 a 2017 o EBITDA da Apple cresceu 707,08%, saindo de $ 8.760 milhões para $ 70.700 em 2017.


Apple EBTIDA


Agora que entendemos o que é o EBITDA podemos demonstrar os métodos de cálculos:


Fórmula I


Para que possamos entender a fórmula acima demonstramos abaixo os termos utilizados:


Resultado Operacional EBIT: É essencialmente o resultado obtido com as operações da empresa. Também conhecido como EBIT (Earns Before Interest and Tax), (Lucro Antes de Juros e Impostos). Este conceito dá a ideia justa da capacidade de uma empresa em gerar lucros. Ele desconsidera quaisquer ganhos ou perdas provenientes de operações com a venda de ativos e resultado financeiro. Por exemplo, uma empresa pode ter resultados operacionais positivos, perder em seu resultado financeiro e ter prejuízo na venda de ativos.


Depreciação: A depreciação é basicamente o custo dos ativos de uma empresa alocados durante sua vida útil. Isso inclui ativos tangíveis como, máquinas e equipamentos, prédios, móveis e utensílios, equipamentos de informática, veículos etc. Parte de depreciação pode ser alocada como despesa e a outra parte como custo de produtos, tudo dependerá da estrutura dos ativos de uma empresa e onde estão alocados.


Ex.: Uma empresa adquiriu uma máquina de embalagem pelo valor de R$ 8.000.000 e o período de depreciação deste equipamento será de 10 anos ou 120 meses, logo, o cálculo da depreciação mensal será R$ 8.000.000/120 = R$ 100.000 mensais.

​​

Amortização: Só se difere da depreciação por ser uma alocação dos custos dos ativos intangíveis de uma empresa ao longo de sua vida útil. Esses ativos intangíveis podem incluir os direitos de exploração de serviços públicos mediante concessão ou permissão do Poder Público, marcas e patentes, direitos autorais adquiridos, softwares e o fundo de comércio. Suponha que, um determinado ativo intangível custou R$ 6.000.000 e que o período de amortização é de 5 anos, logo, podemos calcular a amortização da seguinte forma: R$ 6.000.000/60 = R$ 100.000 mensais.


Fórmula II



 Onde utilizamos o EBITDA?


O EBITDA é usado para uma variedade de propósitos analíticos, no entanto, a principal justificativa para sua aplicação decorre da noção de que o EBITDA fornece uma medida dos ganhos operacionais brutos de uma empresa, o que exclui despesas de redução de ativos, custos de financiamento e despesas com tributos.


Outras utilizações do EBITDA:

O EBITDA fornece uma medida de ganhos que não é distorcida por diferenças nos tratamentos contábeis como, depreciação e amortização, efeitos da alavancagem financeira, impostos e tratamentos tributários diversos, portanto, é um indicador que permite uma análise comparável de empresas nacionais e internacionais;

  • O EBITDA pode fornecer um ponto de partida no cálculo do fluxo de caixa livre;

  • O EBITDA fornece uma indicação do potencial de endividamento que um negócio pode suportar, por meio de medidas de liquidez, como EBITDA/JUROS e DÍVIDA/EBITDA;

  • O EBITDA é um indicador chave em avaliações de empresas, em particular, através do indicador EV(Enterprise Value)/EBITDA e no cálculo do DCF (Discounted Cash Flow).

Cuidados ao utilizar o EBITDA em análises econômica e financeiras


Apesar de ser um indicador importante e muito utilizado, devemos ter cuidado ao utilizar o EBITDA em análises econômicas e financeiras, pois, ele possui várias limitações quando analisado isoladamente, dentre elas:

  • O EBITDA é apenas uma proxy para o Fluxo de Caixa Operacional e não é uma medida precisa de qualquer forma de fluxo de caixa;

  • O EBITDA é uma medida contábil do lucro que é suscetível à manipulação pela administração da empresa;

  • O EBITDA pode ser super ou subestimado pelo uso da equivalência patrimonial;

  • O EBITDA pode ser uma medida enganosa de liquidez.

  • O EBITDA pode ser impactado pela escolha do método de leasing (por exemplo, financiamentos versus arrendamentos operacionais);

  • O EBITDA não incorpora requisitos de capital de giro;

  • O EBITDA não incorpora os requisitos de Capex;

  • O EBITDA não oferece uma medida adequada de ganhos para empresas que operam com ativos com ciclo de vida curto, ou que estão potencialmente sujeitas a novos investimentos devido a mudanças na estrutura/tecnologia do setor em que atua.

  • O EBITDA não é necessariamente consistente em uma base global, dado os diferentes tratamentos de combinações corporativas, reconhecimento de receita e reconhecimento de despesas pelos padrões contábeis de vários países;

  • O EBITDA não é relevante para os negócios bancários e de seguros, dado que os seus ganhos são em grande parte sustentados por rendimentos de juros;

  • O EBITDA não considera o montante de reinvestimento requerido especialmente para empresas com ativos de vida curta;

  • O EBITDA não diz nada sobre a qualidade dos ganhos;

  • Apesar de muito utilizado, o múltiplo de EBITDA não é uma medida adequada em processos de compra e vendas de empresas, pois, cada empresa é única, independentemente de pertencer a um mesmo setor de uma outra empresa;

  • O EBITDA ignora as distinções na qualidade do fluxo de caixa resultante de diferentes políticas . Nem todas as receitas são dinheiro;

  • O EBITDA não é adequado para a análise de muitas indústrias porque ignora seus atributos únicos.

AVISO LEGAL

As informações, opiniões, estimativas, projeções e outros materiais contidos neste documento são fornecidos a partir da data deste documento e estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. Algumas das informações, opiniões, estimativas, projeções e outros materiais aqui contidos foram obtidas de várias fontes e a Valini Consulting envida todos os esforços para garantir que o conteúdo deste documento tenha sido compilado ou derivado de fontes consideradas confiáveis e que contenham informações e opiniões que são precisas e completas. No entanto, a Valini Consulting, não assume nenhuma responsabilidade por quaisquer erros e omissões contidos neste documento ou aceita qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente de qualquer uso de ou confiança nas informações, opiniões, estimativas, projeções e outros materiais aqui contidos, independentemente de serem invocados pelo destinatário ou usuário ou qualquer outro terceiro (incluindo, sem limitação, qualquer cliente do destinatário ou usuário). As informações, opiniões, estimativas, projeções e outros materiais contidos neste documento não devem ser interpretados como uma oferta de venda, solicitação ou oferta de compra, de quaisquer produtos ou serviços aqui mencionados (incluindo, sem limitação, quaisquer mercadorias, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros), nem essas informações, opiniões, estimativas, projeções e outros materiais devem ser considerados como consultoria de investimento ou como uma recomendação para a celebração de qualquer transação. Informações adicionais poderão ser solicitadas contatando diretamente a Valini Consulting diretamente.







38 visualizações

Matriz - São Paulo  - SP

Rua George Ohm, 206 - Torre B - 10º andar - Conj. 101 B, Cidade Monções - São Paulo - CEP: 04576-020

comercial@valini.com.br | (11) 2450-7488

Whatsapp comercial (11) 93011-1501

Filial - Ribeirão Preto - SP

Filial: Rua José Bianchi, 555, conj. 2104 - Ribeirão Preto – SP comercial@valini.com.br  (16) 4141-3091

  • Pinterest - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2020 - Valini Consulting